A PROPAGANDA EM RÁDIO

A Rádio é um meio de comunicação que funciona a base de áudio, existente desde 1922 no Brasil, levando para o dia a dia da população brasileira notícias, músicas e atualmente transmite jogos de futebol e entrevistas com famosos.

Mesmo com a tecnologia avançada, o rádio não perdeu sua característica de deixar o público curioso e cheio de expectativas sobre o que será transmitido e com isso, as propagandas foram ganhando mais espaço e as empresas ficaram cada vez mais atentas a mídia para fazer com que seus produtos sejam anunciados e cada vez mais procurados.

Com as propagandas e anúncios de patrocinadores feitos sem produção alguma, nasceu o Jingle publicitário veiculado no rádio, sem nenhum ajuste, sistematização e sem considerar as características da linguagem do veículo, que era tradicional, sem efeitos e nada atrativo.

Para dar ênfase á publicidade em rádio, era necessário maior entonação nas falas, tornando a mensagem a ser transmitida mais persuasiva e atrativa. Com isso, muitas agencias de publicidade já se instalavam no país, o que ajudou muito, pois eles passaram a elaborar textos específicos e mais adequados para a divulgação em rádio.

Com o desenvolvimento do rádio entre as décadas de 40 e 50, o espaço para publicidade que era de apenas 10% da programação, passou a ser 20%, limite que é mantido até hoje.

 Na época, o rádio contava ainda com a participação e colaboração de grandes poetas e músicos, que ficaram responsáveis pela criação de anúncios diferenciados e personalizados para cada produtos/cliente, conforme estes exigiam, o que caracterizou uma publicidade mais dinâmica e até agressiva. Atualmente as publicidades em rádio são produzidas a partir de um formato padrão de 30 segundos, porém pode ser reduzida para 15 e ampliada para 45 segundos. Dependendo do tipo de mensagem que o anunciante quer transmitir, ele pode usar diferentes maneiras, veja:

  • SPOT
  • O spot é um dos mais utilizados atualmente, e trata-se de uma peça muito útil para divulgação de informações diretas e objetivas de um produto ou serviço, contando com o grande poder da veracidade e credibilidade que o locutor transmite.
  • SKETCH
  • Termo apropriado da linguagem teatral, caracteriza-se por mostrar uma ação. Assim, a mensagem é dialogada ou dramatizada como se fosse um teatro, a informação sobre o produto expõe sua utilidade e benefícios, de maneira que os ouvintes têm a sensação de experimentar, como se estivesse atuando com os personagens do sketch.
  • VINHETA
  • É uma peça pequena que varia de 2 a 4 segundos, produzida com intenção de sinalizar de maneira forte e chamativa o nome do anunciante. Pode ser usada na assinatura de outras peças ou com uma pequena locução em aberturas, passagens e encerramentos de programas patrocinados pelo anunciante.
  • TEXTO FOGUETE
  • Peça de no máximo 10 segundos criada para ser veiculada no rádio através da locução do próprio apresentador do programa em que se insere. Sua grande força está relacionada à popularidade do locutor, que tende a associar as
    características do seu programa à mensagem publicitária dita naquele mesmo contexto.
  • JINGLE
  • Peça musical com a função principal de facilitar e estimular a retenção da mensagem pelo ouvinte. Assim dá-se preferência à estrutura melódica simples, com harmonia em tons maiores, que imprimem otimismo e alegria à mensagem: aquela música que uma vez ouvida passa a ser repetida pelo ouvinte.